03/02/2014 | Qualificação

Sest Senat oferecerá 80 mil vagas pelo Pronatec no primeiro semestre de 2014

Nesta segunda-feira (3), presidente Dilma Rousseff disse que o programa atingirá meta de oito milhões de matrículas.

Foto: Divulgação/Sest Senat Sest Senat oferecerá 80 mil vagas pelo Pronatec no primeiro semestre de 2014

Somente para o primeiro semestre deste ano, o Sest Senat deve oferecer 80 mil vagas em cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A qualificação profissional é gratuita, oferecida a partir de uma parceria com o governo federal. Entre 2012 e 2013 a instituição qualificou 73,4 mil jovens para o mercado de trabalho por meio da iniciativa.

No município de Sobral, por exemplo, cidade a aproximadamente 230 quilômetros de Fortaleza, no Ceará, o Sest Senat está com inscrições abertas para preencher vagas em 61 turmas do Pronate. No ano passado, a unidade capacitou três mil jovens por meio do Pronatec. Até o final deste ano, o número deve chegar a oito mil, sendo metade já no primeiro semestre.

"Em Sobral, a participação do Sest Senat no Pronatec tem sido muito rica porque a carência de mão de obra qualificada na região é grande”, explica o instrutor Breno Souza Noleto. Segundo ele, “os cursos chegaram em um bom momento, porque a região está em expansão e os empresários buscam funcionários com maior formação”. Noleto também relata que a procura pela qualificação é grande por parte dos jovens e as turmas, após abertas, se completam em até 15 dias. 

No outro extremo do país, no Rio Grande do Sul, o exemplo é o que ocorre em Uruguaiana, a 630 quilômetros de Porto Alegre. Em 2013, todas as 540 vagas abertas por meio do programa foram preenchidas. Para 2014, a meta é dobrar este número, porque a procura é grande.

O setor privado reconhece o valor da qualificação, absorvendo rapidamente a mão de obra formada pelo Sest Senat no município. Conforme informações repassadas pela Secretaria Estadual do Trabalho e do Desenvolvimento Social, a unidade se destacou com o menor índice de evasão do Pronatec no estado (2%) e com o maior de inserção de jovens no mercado de trabalho.

A coordenadora, Ana Paula Claus, relata que esse resultado decorre de parcerias feitas com o poder público e com empresas da região. Os currículos de quem se forma são repassados e os jovens acabam conquistando uma oportunidade de emprego. Ela conta que um dos exemplos foi o que ocorreu com o curso de Mecânica de Motores a Diesel no ano passado: “Todas as turmas saíram empregadas”. No caso do curso de Recursos Humanos, “todos os estudantes saíram com uma chance de estágio”. E já houve situações em que a demanda por trabalhadores era tão grande que faltou pessoal. É o que ocorre na Usina Eólica de Santana do Livramento, que aguarda a formação de mais operadores de retroescavadeira por meio do Pronatec.  

Pronatec deve atingir meta de oito milhões de matrículas até o final do ano
Conforme o governo federal, 60% das matrículas do Programa foram feitas por jovens com idade entre 17 e 29 anos. Neste ano, o programa chegará a 4,2 mil cidades brasileiras e, até o final de 2014, o Pronatec deverá atingir a meta de oito milhões de jovens matriculados. A afirmação foi feita pela presidente Dilma Rousseff durante o seu programa semanal de rádio Café com a Presidenta nesta segunda-feira (3).

Das 5,7 milhões de matrículas já realizadas, quatro milhões foram em cursos de qualificação profissional e o restante em cursos técnicos.

No Sest Senat, os cursos são oferecidos em diversas unidades espalhadas por todo o país. As informações sobre como participar devem ser obtidas junto às prefeituras e governo dos estados, que gerenciam as vagas e fazem o encaminhamento dos interessados.

Quem participa recebe um kit formado por uniforme, material didático e escolar. Além disso, os alunos têm acesso a auxílio-transporte e a auxílio-alimentação.

A duração mínima das formações é de 160 horas/aula. O primeiro módulo é básico para todas as formações e os estudantes aprendem noções de atendimento eficaz, informática, português, matemática, postura no ambiente de trabalho, respeito ao meio ambiente e relações interpessoais. Depois há o módulo específico de cada capacitação.

 

 

Natália Pianegonda

Agência CNT de Notícias

Os textos veiculados pelo SEST SENAT podem ser reproduzidos desde que a fonte seja citada. O conteúdo está licenciado sob a CC-by-sa-2.5, exceto quando especificado em contrário e nos conteúdos replicados de outras fontes.